Observando este blog alguém poderia perguntar, "porque tanta atenção à Síria?"

Simples:
- é o maior ataque físico contra a cristandade nos últimos tempos (incluindo o Iraque);
- é o maior risco de eclosão de uma nova guerra mundial (e de fato, com o planejado ataque dos EUA contra Síria, impedido pela Russia, os EUA mudaram de planos e agora desestabilizam diretamente a Ucrania, quintal da Rússia);
- é um dos últimos países que resistem contra uma nova ordem mundial sem Deus (http://nonpossumus-vcr.blogspot.com.br/2014/01/comentario-eleison-numero-cccxxxix-339.html );
- é notavelmente um dos pontos (junto agora com Ucrânia e Gaza) de maiores pecados contra o Oitavo Mandamento, por parte da maioria da mídia (pecado grave que coloca em risco a salvação de muitos jornalistas).
Nota - os textos em itálico acima foram incluídos em 15/8/14.


sábado, 7 de julho de 2012

EUA de novo ao lado dos jihadistas


Os EUA nos conflitos como Kosovo, Líbia e Siria, aliados do Islã radical e inimigos do Cristianismo.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Fundação católica denuncia manipulação da mídia

A fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) defendeu hoje que as informações apresentadas na imprensa ocidental sobre a Síria devem ser vistas de forma crítica e com “muita reserva”. A posição é manifestada, em comunicado, pelo responsável de projetos para a região, padre Andrzej Halemba, segundo o qual algumas notícias têm gerado “verdadeira indignação” junto da comunidade católica síria. Segundo o sacerdote, as pessoas sentem-se “instrumentalizadas e enganadas pelos meios de comunicação internacionais e queixam-se de que o Ocidente apenas defende interesses próprios”.
http://www.verbonet.com.br/verbonet/index.php?option=com_content&view=article&id=21711:siria-fundacao-catolica-internacional-contesta-cobertura-da-midia-ocidental&catid=5:noticias