Observando este blog alguém poderia perguntar, "porque tanta atenção à Síria?"

Simples:
- é o maior ataque físico contra a cristandade nos últimos tempos (incluindo o Iraque);
- é o maior risco de eclosão de uma nova guerra mundial (e de fato, com o planejado ataque dos EUA contra Síria, impedido pela Russia, os EUA mudaram de planos e agora desestabilizam diretamente a Ucrania, quintal da Rússia);
- é um dos últimos países que resistem contra uma nova ordem mundial sem Deus (http://spessantotomas.blogspot.com.br/2014/01/comentarios-eleison-cccxxxix-11-de.html);
- é notavelmente um dos pontos (junto agora com Ucrânia e Gaza) de maiores pecados contra o Oitavo Mandamento, por parte da maioria da mídia (pecado grave que coloca em risco a salvação de muitos jornalistas).
Nota - os textos em itálico acima foram incluídos em 15/8/14.


segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Getúlio Vargas e a independência

[ Getúlio, o último não-entreguista. ]



Tanto o golpe de 1964, que instituiu os governos militares, como a falsa democratização, a partir de 1985, intensificaram as políticas pró-capital estrangeiro em detrimento do País.

http://inacreditavel.com.br/wp/getulio-vargas-e-a-independencia/

Ebola e os "humanitaristas" ausentes

[  O perigoso surto do vírus Ebola, e a pouca ajuda internacional neste caso,  é a prova de que as "ajudas humanitárias" sempre têm intersses geopolíticos, energéticos, etc. por trás.  Preferem dar um colete de balas a um terrorista islamico para combater  Assad na Síria, por exemplo. ]


In Africa, the West’s “humanitarians” are absent. The US has pledged arms and training to Kiev, Ukraine as it carries out military operations against its own people, but apparently lacks the impetus, resources, and political will to help infected, struggling populations in Africa. There is no chance to capitalize from the tragedy, no opportunity to permanently expand Washington’s power further still beyond US borders and across the continent of Africa by merely distributing critical care units, medication, and resources to augment local, ongoing efforts.

Indeed, there is no return on invest for intervening in Africa to stave off the spread of Ebola and so no multi-billion dollar intervention will be undertaken.

http://landdestroyer.blogspot.com.br/2014/08/ebola-and-absent-humanitarians.html

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Por que Obama autorizou ataques no Iraque e não na Síria (2)

[ Como disse no post anterior:  "EUA ataca só no Iraque, assim os terroristas vão voltar a ter o foco na Síria, e onde eles, os terroristas, recebem ajuda de (oh! surpresa!) dos EUA, cujo objetivo é acabar com um inimigo de Israel e amigo da Rússia e Irã, ou seja - a SÍRIA".
E isto se confirma em mais fontes como esta abaixo: ]

Perdendo espaços no Iraque com os ataques americanos e curdos, Estado Islâmico investe em outra frente: Síria.


http://sempreguerra.blogspot.com.br/2014/08/guerra-da-siria-estado-islamico-avanca.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)

[ Previsão:   vão fazer o trabalho sujo do ocidente podre, e depois serão eliminados, como se pode ver no Iraque.  Terroristas burros - bucha de canhão...  ]

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Por que Obama autorizou ataques no Iraque e não na Síria

[ resposta simples, que esta reportagem manobrada e tendenciosa não diz:   "EUA ataca só no Iraque, assim os terroristas vão voltar a ter o foco na Síria, e onde eles, os terroristas, recebem ajuda de (oh! surpresa!) dos EUA, cujo objetivo é acabar com um inimigo de Israel e amigo da Rússia e Irã, ou seja - a SÍRIA" ]

[hipocisia "no limits" da BBC:]
"Na Síria, claro, a devastação e destruição humanitária são enormes, mas é muito mais difícil identificar exatamente o que os Estados Unidos podem fazer no caso sírio, quais são as facções do conflito e qual seria o interesse dos Estados Unidos. No Iraque e na Líbia era mais simples determinar qual lado poderia ser ajudado de uma maneira rápida ", acrescenta Saunders.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/08/140812_ataques_eua_kb.shtml

terça-feira, 12 de agosto de 2014

E os especuladores de sempre torcendo pela Guerra...

[ "resultado inevitável", querem nos fazer crer... Ou seja não é o resutado horrendo de crimes hediondos de gente que deve ser punida severamente. Gente da mídia, política, alta finança, serviços secretos, etc. Muito fácil, não? Fomentar o CAOS e morte de milhões, e sair ileso, pois tudo foi apenas um "resultado inevitável". ]
 




3ª Guerra Mundial pode ser um resultado inevitável da economia global e ciclos financeiros de acordo com investidores e analistas que acreditam que não é apenas a crise Ucrânia que será o ponto de inflexão para a guerra.

http://sempreguerra.blogspot.com.br/2014/08/terceira-guerra-mundial-e-inevitavel.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)

domingo, 10 de agosto de 2014

Business is business... EUA combate EIIL (ou EIIS) no Iraque e apoia o mesmo na Síria.

Justiça seja feita

O Departamento de Defesa da África do Sul disse nesta semana que não concedeu nenhuma autorização para qualquer cidadão sul-africano para participar na agressão militar de Israel contra a sitiada Faixa de Gaza, informou o Independent Online.
..
Latrocínio é crime. Latrocínio: roubo seguido de morte. Só se caracteriza quando a violência é usada para a consumação do roubo, causando a morte da vítima. Tipificado no Código Penal Brasileiro no artigo 157, §3º, in fine.
Neste caso o suposto Estado de Israel se enquadra com perfeição a este crime de roubo (rapinagem) consumado de terras seguido de morte das vítimas, os palestinos. A morte, neste caso, é em escala genocida.

"Aldeias judaicas foram construídas no lugar de aldeias árabes. Você nem sabe os nomes destas aldeias árabes, e eu não o culpo porque nos livros de geografia já não existem ... Não há um único lugar construído neste país que não tinha uma ex-população árabe".
Moshe Dayan, no Haaretz, 4 de abril de 1969.

"Temos de fazer tudo para garantir que eles (os refugiados palestinos) nunca retornem."
David Ben-Gurion, em seu diário, 18 de julho de 1948, citado por Michael Bar Zohar "Ben-Gurion: o profeta armado", Prentice-Hall, 1967, p. 157.
http://desatracado.blogspot.com.br/2014/08/justica-seja-feita.html

terça-feira, 5 de agosto de 2014

A catástrofe do Boeing 777 na Ucrânia - cui bono?

[ Resumo da tragédia neste link:  http://portuguese.ruvr.ru/2014_08_05/A-catastrofe-do-Boeing-777-na-Ucrania-4275/
O curioso é que agora se fala pouco, será porque o acidente já serviu para aumentar sanções contra Rússia e armamanetos à Ucrânia, e que é melhor manter silencio quando a verdade subir à tona?  http://landdestroyer.blogspot.com.br/2014/08/interest-in-mh17-fades-as-sanctions-war.html  ]

Ucrânia, boeing, acidente

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Os dez mitos sobre o conflito palestino-israelense

Os dez mitos sobre o conflito palestino-israelense. 20656.jpeg
Mito 8: Deus deu essa terra para os judeus, por tanto os árabes são os ocupantes
Por mais que se debata sobre as evidências no terreno, nada vai convencer muitos judeus e cristãos sionistas que Israel pode ter feito algo errado, pois por trás de suas ações eles veem a mão de Deus e as suas políticas são, na verdade, de acordo a eles, a "vontade de Deus". Acreditam que Deus deu a terra da Palestina, incluindo a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, ao povo judeu e, portanto, Israel tem um "direito" de tirá-la à força dos palestinos, que, em sua opinião, são os reais ocupantes ilegais do território.
É possivel simplesmente recorrer às páginas de seus próprios livros sagrados para mostrar a falácia dessa e crenças similares. Os cristãos sionistas gostam de citar passagens bíblicas como as seguintes para apoiar suas crenças sionistas:
Disse o Senhor a Abrão, depois que Ló separou-se dele: De onde você está, olhe para o norte, para o sul, para o leste e para o oeste: toda a terra que você está vendo darei a você e à sua descendência para sempre. Tornarei a sua descendência tão numerosa como o pó da terra. Se for possível contar o pó da terra, também se poderá contar a sua descendência. Percorra esta terra de alto a baixo, de um lado a outro, porque eu a darei a você. (Gênesis, 13:14-17)
O Senhor apareceu a Isaque e disse: Não desça ao Egito; procure estabelecer-se na terra que eu lhe indicar. Permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei. Porque a você e a seus descendentes darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a seu pai, Abraão. (Gênesis 26:2-3).
Ao lado dele [...] estava o Senhor, que lhe disse: Eu sou o Senhor, o Deus de seu pai Abraão e o Deus de Isaque. Darei a você e a seus descendentes a terra na qual você está deitado. (Gênesis 28:13).
Mas sionistas cristãos esquecem convenientemente outras passagens que fornecem mais contexto para entender essa aliança, como as seguintes:
Obedeçam a todos os meus decretos e leis e pratiquem-nos, para que a terra para onde os estou levando para nela habitarem não os vomite. (Levítico 20:22)
Mas, se vocês não me ouvirem e não colocarem em prática todos esses mandamen­tos, e desprezarem os meus decretos, rejeitarem as minhas ordenanças, deixarem de colocar em prática todos os meus mandamentos e forem infiéis à minha aliança, [...] Se apesar disso tudo vocês ainda não me ouvirem, mas continuarem a opor-se a mim, então com furor me oporei a vocês, e eu mesmo os castigarei sete vezes mais por causa dos seus pecados. [...] Desolarei a terra ao ponto de ficarem perplexos os seus inimigos que vierem ocupá-la. Espa­lharei vocês entre as nações e empunharei a espada contra vocês. Sua terra ficará desolada, e as suas cidades, em ruínas. (Levítico 26:14-15, 27-28, 32-33).
Então o Senhor irritou-se sobremaneira contra Israel e os expulsou de sua presença, restando apenas a tribo de Judá. [...] Até que o Senhor tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim foi Israel expulso da sua terra à Assíria até ao dia de hoje. (Reis II, 17 : 18, 23).
Depois de ter feito tudo isso, pensei que ela voltaria para mim, mas não vol­tou. E a sua irmã traidora, Judá, viu essas coi­sas. Viu [...] também que dei à infiel Israel uma certidão de divórcio e a mandei embora, por causa de todos os seus adultérios. Entretanto, a sua irmã Judá, a traidora, também se prostitu­iu, sem temor algum. (Jeremias 3:7-8).Sim, na Bíblia, o Senhor, o Deus de Abraão, de Isaac e Israel, disse aos hebreus que a terra pode ser seu ... se eles obedecessem seus mandamentos. No entanto, como a Bíblia conta a história, os hebreus não obedeceu e se rebelaram contra o Senhor geração após geração.
O que os sionistas judeus e cristãos omitem dos seus argumentos bíblicos em favor da ocupação israelense é que o Senhor também disse aos hebreus, incluindo a tribo de Judá (da qual descendem os "judeus"), que iria jogá-los fora da terra se quebrassem o pacto rebelando-se contra os seus mandamentos, que é precisamente o que acontece na Bíblia.
Assim, o argumento teológico para o sionismo não é apenas uma bobagem do ponto de vista laico, mas também é uma completa invenção a partir de uma perspectiva bíblica, o que representa uma rebeldia contra o Yahvé e sua Torá e contra os ensinamentos de Jesus, o Messias do Novo Testamento.

http://port.pravda.ru/news/russa/31-07-2014/37109-mitos_palestina_israel-0/




quarta-feira, 30 de julho de 2014

Pandora TV Speciale - Perché la Russia non deve intervenire in Ucraina


Quello che vedete è un pezzo di propaganda, per giunta fatta bene. Si rivolge a un pubblico di nazionalisti russi (milioni di spettatori), ma colpisce anche chi non è il destinatario diretto.
Mentre Obama e Cameron aizzano alla russofobia, in Russia si dice ai nazionalisti: “non diffondere il panico!”
La banda di avventurieri che massacra i russi d'Ucraina rischia di trascinarci tutti in guerra. Questa è la posta in gioco.

https://www.youtube.com/watch?v=u8LcSHWQJKw

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Mega-Evento que disparará una amplia guerra mundial?


Enrique Romero y Adrian Salbuchi analizan las dos principales noticias de la semana:
(00:56) PALESTINA: Nuevo ataque militar genocida de Israel contra Palestina
(31:57) "ISIS" - El nuevo "Al-Qaeda" será el próximo "atacante" de bandera falsa...
(33:07) EL PROXIMO MEGA-ATAQUE DE BANDERA FALSA SOBRE NUEVA YORK?
(38:20) PROPAGANDA ISRAELI... Corto grotesco...
(47:35) VLADIMIR PUTIN: Hueso Duro de Roer para blas potencias occidentales
(51:03) MALASIAN AIRWAYS: ataque con misiles derribó otro Boeing 777
¿Son estos los prolegómenos de un Mega-Evento que disparará una amplia guerra mundial?

https://www.youtube.com/watch?v=XGDJd0keORk

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Pepe Escobar: Tabuleiro de xadrez encharcado de sangue



Assim como Bashar al-Assad na Síria jamais teve motivo algum para “matar o próprio povo com gás venenoso” – como pretendia a narrativa histérica naqueles dias – os federalistas da Ucrânia Leste não têm motivo algum para derrubar um avião de passageiros. E, assim como Washington não dá a mínima para o massacre de civis em curso em Gaza, Washington tampouco dá a mínima para os mortos civis do voo MH17. A única obsessão dos EUA é forçar os europeus a aplicar sanções, se possível, sanções mortais, contra a Rússia. Tradução: aos EUA só interessa quebrar a integração comercial e geopolítica Europa-Rússia.

http://redecastorphoto.blogspot.com.br/2014/07/pepe-escobar-tabuleiro-de-xadrez.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+redecastorphoto+(redecastorphoto)
 

segunda-feira, 21 de julho de 2014